Image default

Briga entre alunas de escola quase acaba em tragédia, aluna não morreu!

Uma adolescente foi agredida até desmaiar por uma colega dentro de uma escola estadual na manhã desta quinta-feira (25) em Tucuruí, no sudeste do Pará. Um vídeo feito de celular mostra a agressão no pátio da Escola Estadual Raimundo Ribeiro de Souza, na frente dos outros alunos, que não interferem na agressão.

As imagens são fortes. O trecho do vídeo mostra uma aluna de 17 anos batendo em uma colega de escola, que não reage. A vítima aparece no chão sendo agredida com chutes nas costelas e na cabeça. Nesse momento, uma colega da vítima tenta interferir, mas também é agredida por outra aluna. A menina então e arrastada pelos cabelos até uma vala, onde cai de peito para cima. A jovem agressora desfere vários chutes no rosto da menina, pisa na cabeça,  a menina desmaia, sendo carregada por outros colegas.

A diretora da escola, Anisia Batista, informou que chamou a polícia. “Nesse caso, o que temos que fazer é seguir o regimento da rede pública de ensino estadual”, disse.

Seduc

Em nota, A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que repudia qualquer tipo de violência e que a direção da Escola Estadual de Ensino Médio Raimundo Ribeiro de Souza, em Tucurui, tomou as providências imediatamente.

Ainda segundo a Seduc, a briga ocorreu ao final de uma partida de handebol no colégio. O time da agressora ganhou a partida e mesmo assim ela cometeu o ato de violência. A direção escolar já acionou os pais de todas as estudantes envolvidas na situação de violência. As estudantes agressoras serão transferidas da escola.

Polícia Civil

Em nota, a Polícia Civil informou que as quatro alunas envolvidas na briga têm idade menor que 18 anos. As duas agressoras foram levadas para a Delegacia de Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca), sedida no Pro Paz Integrado de Tucuruí, e serão autuadas por ato infracional de lesão corporal contra as duas vítimas.

Já a vítima que acabou desmaiando, de acordo com a PC, foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do município, recebeu atendimento médico e já recebeu alta.

Os três vídeos que circula nas redes sociais dizia que a garota morreu é fake

Veja também

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação no Brasil

admin

Em Andradina, Lanchonete da Subway fica destruída após incêndio

admin

Em dia de protesto, escolas públicas vazias e avisos na porta

admin

Equipe do Castramóvel de Três Lagoas passará uma semana na região dos Ranchos

admin

Prefeito Angelo Guerreiro entrega reforma e ampliação da Escola Municipal “Gentil Rodrigues Montalvão”

admin

Raio mata 21 cabeças de gado em fazenda de Aparecida do Taboado

admin

Saúde e Meio Ambiente de Três Lagoas comemoram Dia Mundial da Água

admin

Deputado Eduardo Rocha intermedeia reunião de ceramistas com secretário da Sefaz em MS

admin

CTG Brasil solta 110 mil peixes no Rio Paraná

admin