Image default

Coleta Seletiva contribui com o meio ambiente e garante sustento de 25 famílias três-lagoenses

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da SEMEA, tem trabalhado na conscientização da separação do lixo e destinando à reciclagem

O trabalho árduo e de suma importância dos recicladores da Cooperativa Arara Azul vem contribuindo cada vez mais com a sociedade três-lagoense. Numa espécie de ciclo “população, Prefeitura Municipal e Cooperativa”, ela tem somado forças em torno da missão de reaproveitar o lixo e da preservação ambiental.

Essa união tem melhorado a qualidade de vida dos 25 trabalhadores da Coopazul e desperta a atenção do Poder Executivo Municipal sobre o assunto. Com quatro anos de criação, a Cooperativa mudou a vida dos ex-catadores, que dependiam do despejo irregular de materiais nas ruas para sobreviver. Hoje, com barracão cedido pela Prefeitura e a Coleta Seletiva realizada pela Empresa Financial Ambiental, 25 famílias têm uma realidade diferente.

A senhora Jeauveth Liberato de Almeida, presidente da Coopazul, conta que, em tempos de catadora, sobrevivia com média de R$ 400 a R$ 500 por mês. “Coletar na rua não era fácil. Além de chuva ou sol quente, havia o problema de transportar o lixo que recolhíamos. Foi com a criação da cooperativa que conseguimos melhorar a nossa renda, dar melhor sustento à nossas famílias, mas ainda temos muito o que conquistar”, explica ela.

Todo o lixo recolhido através da Coleta Seletiva é encaminhado ao barracão que abriga a Coopazul, que atinge uma média mensal de 50 a 60 toneladas, porém, ainda é pouco diante da produção de lixo diária de uma cidade com aproximadamente 118 mil habitantes.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) tem trabalhado intensamente na conscientização de descarte irregular de lixos, além das campanhas incentivando à população, instituições e empresas a colaborarem com a coleta seletiva. “As pessoas devem despertar a consciência que além de não poluir o meio ambiente, aquilo que jogam fora é o sustento de muitas famílias, como o caso dos cooperados”, disse Nayara Gomes de Assis Lima, engenheira ambiental da SEMEA.

O secretário da pasta, Toniel Fernandes, cobrado muito empenho por parte dos servidores da SEMEA na questão do lixo reciclável. Recentemente, a pedido de Toniel, um vídeo institucional foi publicado nas mídias e redes sociais abordando o tema e expondo as vantagens da coleta seletiva.

Um dos problemas encontrados pelos recicladores são os materiais hospitalares que são misturados ao lixo reciclável. Seringas, agulhas, embalagens com remédios e até materiais com secreção humana são encontrados no momento da seleção, causando risco de contaminação.

Para o vice-presidente da Coopazul, Eloir Ribeiro, a colaboração da população é fundamental para a existência da Cooperativa. “Se todos entendessem que separar o lixo corretamente e deixa-lo para ser reciclado é um bem para saúde geral, haveria maior mobilização, pois o que é despejado no aterro sanitário, poderia estar sendo reaproveitado. Muitos materiais não se decompõem na natureza ou demoram muitos anos e isso, causa impactos enormes ao planeta e saúde pública”, pontuou.

Todos os maquinários da Cooperativa Arara Azul são adquiridos por meio de parcerias com empresas preocupadas com a questão ecológica. Para isso, eles precisam atingir uma meta de produção mensal, vender os lotes de reciclados e conseguir o equipamento. Atualmente, os trabalhadores contam com três prensas e uma esteira na execução do serviço.

“Para que a gente consiga novas máquinas, temos que produzir mais, por isso contamos com a ajuda dos moradores de Três Lagoas”, enfatizou Eloir Ribeiro, vice-presidente da Cooperativa.

COLETA SELETIVA

A Empresa Financial faz a coleta seletiva em todos os bairros do Município no sistema porta a porta, sendo uma vez por semana. Os materiais recicláveis devem estar armazenados e separados em sacos verdes, sendo papel, plástico, metal e vidro em cada. O lixo orgânico (resto de comida e semelhantes) ou qualquer tipo de resíduo que não seja reciclável, deve ser separado. Caso ainda não possua os sacos verdes, o morador pode solicitar gratuitamente na Financial pelo telefone (67) 3524-8350. Informações sobre o sistema de coleta, dias de recolhimento e outros, podem ser obtidos pelo telefone da SEMEA: (67) 3929-1249.

Assessoria da Prefeitura Municipal

Veja também

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação no Brasil

admin

Em Andradina, Lanchonete da Subway fica destruída após incêndio

admin

Em dia de protesto, escolas públicas vazias e avisos na porta

admin

Equipe do Castramóvel de Três Lagoas passará uma semana na região dos Ranchos

admin

Prefeitura de Três Lagoas e parceiros plantaram mais de 20 mil árvores e plantas

admin

Prefeito Angelo Guerreiro entrega reforma e ampliação da Escola Municipal “Gentil Rodrigues Montalvão”

admin

Raio mata 21 cabeças de gado em fazenda de Aparecida do Taboado

admin

Saúde e Meio Ambiente de Três Lagoas comemoram Dia Mundial da Água

admin

Cirurgião Plástico Dr. Bruno Nunes fala sobre sua especialidade e estrutura para procedimento no Hospital Auxiliadora

admin