www.arapuams.com.br – Portal de Notícias de Três Lagoas e região
Image default

Defesa Civil contabiliza estragos em Ponta Porã (MS)

Após temporal com ventos de 45 km/h e chuva de granizo na noite de ontem (22), o céu em Ponta Porã amanheceu claro. Porém, a previsão para o decorrer do dia é de tempo parcialmente nublado com possibilidade de chuva em áreas isoladas. A temperatura máxima no município não deve passar dos 28 ºC, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

O coordenador da Defesa Civil no município, Mauro Camargo, contou que o órgão ainda contabiliza os estragos registrados na região norte da cidade. “Estamos desde ontem à noite trabalhado. Teve queda de árvores em ruas, sobre carros e destelhamento de casas. A chuva foi rápida, mas com granizo e ventos fortes”, disse. Os bairros mais atingidos foram: Panambi, Vila Aurea, Vila Alegrete e Parque dos Eucaliptos.

Conforme o Corpo de Bombeiros, as equipes foram acionadas para atender três cortes de árvores, destelhamento de casas e postes dando circuito em razão do temporal. A chuva durou aproximadamente 30 minutos. A última precipitação na cidade foi registrada no dia 26 de julho.

Segundo o meteorologista Natálio Abrahão Filho, da Uniderp, a chuva ocorreu entre 18h40 a 19h. Foram contabilizados 1,2 mm (milímetros) de precipitação na região do Aeroporto e de 8,4 mm no Centro. O vento atingiu 45 km/h na cidade e 34 km na região do aeroporto. Também foi registrada chuva fraca em Dourados, Aral Moreira e Amambai.

Para Mato Grosso do Sul, a previsão é de aumento de nebulosidade. Porém, ainda deve permanecer a condição atmosférica de baixa umidade relativa do ar com névoa seca. Há possibilidade de chuva fraca e isolada no sul (nas regiões de Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Nioaque, Amambai, Antônio João, Dourados, Ponta Porã).

A partir deste fim de semana, o tempo segue com predomínio de poucas nuvens, temperaturas em elevação com forte calor à tarde, névoa seca e baixas umidades do ar, com índices de 20% nos horários de maior aquecimento. Os ventos também se intensificam favorecendo o maior risco de alastramento de queimadas, incêndios.

Veja também

Confira o balanço da primeira etapa do Programa Governo Presente, realizado na região da Costa Leste!

admin

Governo Presente: Inocência trata de pontes de concreto e asfalto para distrito

admin

Prefeitura de Coxim pede aumento de repasse para hospital e Eduardo Rocha intermedeia reunião

admin

Sindifiscal-MS completa 30 anos e lança projeto para informar a sociedade

admin

De recapeamento a reforma de praça, Cassilândia vê no Governo Presente oportunidade de melhorar infraestrutura

admin

Governo Presente: prefeito de Paranaíba solicita investimentos e empenho para geração de empregos

admin