RODOVIA MS 459 foi construída em 1994, há 23 anos

Registramos nesta manhã de 24 de novembro, funcionários do Grupo Bandeirantes, que presta serviço a Agesul, eles estão fazendo uma operação de limpeza e tapa buracos nos quatros quilômetros e meio de asfalto da Rodovia MS – 459 “Altair Cabral Trannin, que liga o Distrito de Arapuá a BR 262. E logo em seguida receberá um produto fazendo um recapeamento “revestimento de regularização” inédito no MS, muito usado no Estado de São Paulo.

Os funcionários estão desde ontem (23), o processo levará cerca de 4 meses, sendo 1 km por mês, onde caminhões carregados com o produto vem de uma usina de Três Lagoas ao Distrito, fazendo o recapeamento da rodovia.

O gerente Regional da Agesul de Três Lagoas, o Engenheiro Mario Marcio Alves Faro, disse que o serviço que está sendo realizado na MS-459 será feito em etapas e consiste em uma camada de regularização, solução adotada na conservação e preservação do pavimento (base) já que sua estrutura está parcialmente comprometida, assim revitaliza a superfície do pavimento bloqueando a infiltração de água através das trincas além liquidar os buracos garante a superfície plana, tornando agradável e segura ao usuário.

Quando deputado estadual, Angelo Guerreiro, incansavelmente pedia uma melhora para a entrada da rodovia MS 459 do Governo do Estado, que liga o Arapuá a BR 262, os 4,5 km de Asfalto, mais 45 km de estrada de terra (vicinal).

O outro lado

Porém a estrada vicinal que liga o Distrito até o Rio Verde, está em manutenção, onde barrancos laterais foram derrubados. Maquinários estão trabalhando a quase um mês, mas mesmo assim em dias chuvosos, os moradores da região estão em dificuldades de transitar na MS 459.

Moradores nos relataram que a estrada está um “quiabo”, muita terra vermelha, se o carro não for traçado nem pensar em passar. Ônibus escolares que buscam alunos para a Escola Estadual estão em dificuldades constantes em ir e vir.

Veja o vídeo enviado por um leitor no whats do ArapuáMS 67 992624704, após uma chuva nesta semana, na MS 459 que liga Arapuá ao Rio Verde.

O gerente Regional da Agesul de Três Lagoas, o Engenheiro Mario Marcio Alves Faro, disse a reportagem do ArapuáMS, que estão tentando melhorar as condições da estrada,  e que na região é difícil encontrar cascalho próximo do local, e quanto encontra não é suficiente para a manutenção, e pede paciência aos usuários, já que estão tentando fazer o melhor para todos, com saída d’água, levantamento da estrada e laterais.

Segue a nota do engenheiro:

O serviço realizado na MS-459 (não pavimentada) de uma forma simples de se explicar o serviço, é que pelo fato do terreno ser muito arenoso utiliza se um material pouco melhor para fazer o revestimento no caso é o arenito outra alternativa, seria o uso de cascalho, mas, nessa região não se encontra, então faz o uso do arenito para ser feito a compactação e assim ter qualidade e durabilidade na manutenção. De qualquer forma esses materiais se desagregam na presença de água, no caso as chuvas tem sido constantes e com pancadas muito forte em um curto período de tempo comum nessa época do ano  e por isso estamos fazendo da melhor forma possível para deixar a via transitável sem que ocorra os atoleiros, mas, isso é quase inevitável pelo fato da falta de materiais melhores.

A MS 459 é muito utilizada diariamente por pecuaristas e trabalhadores rurais da região, carretas transportando gado, leite e madeira, provenientes do cultivo acelerado e crescente de eucalipto. A rodovia é usada também por estudantes que são conduzidos pelas diversas linhas de ônibus escolares, entre fazendas da região ao Distrito de Arapuá. A estrada antigamente, quando época da Chanflora, empresa de eucalipto era toda cascalhada, tem assim uma união Estado e empresa privada.

Há 23 anos atrás

ASFALTO BR 262 AO DISTRITO (7)
Terezinha e Sueli Trannin – no ano de 1994

A rodovia MS 459 que leva o nome de Altair Cabral Trannin, foi uma solicitação da então Vereadora Sueli Trannin Bernardo, ao Deputado Cicero de Souza, que foi construída em 1994, pelo Governador Pedro Pedrossian, e assim o Distrito de Arapuá que vinha sofrendo com única saída para a BR 262, pode comemorar com este feito, considerado como uma das maiores obras do Distrito.