ArapuáNews – Notícias de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, Brasil e região
Image default

Em Corumbá, Professora de 44 anos morre atropelada por vagão

A Professora Élida Aparecida de Campos, de 44 anos, morreu após o carro em que ela estava ser arrastado por cerca de cem metros por um vagão que descarrilou no final da tarde de quarta-feira (04) em Corumbá, cidade distante 426 km de Campo Grande.

Élida era casada, formada em Pedagogia pela UFMS/CPAN, iniciou sua carreira profissional em 2007 como professora da Escola Especializada Reino do Amor – Apae. De 2009 a 2015, trabalhou na Rede Municipal de Ensino, como professora do Atendimento Educacional Especializado.

Em 2016, já como especialista Psicopedagoga, retornou à Apae para iniciar o projeto de Estimulação Precoce. Por seu exemplar trabalho com as crianças especiais, tornou-se coordenadora da instituição em 2017, cargo que ocupava até o trágico acidente.

Nesta quinta-feira, 05 de dezembro, Élida seria empossada como conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O acidente

O descarrilamento de dois vagões aconteceu na avenida Gaturama esquina com a Rui Barbosa, entre os bairros Centro América e Previsul no fim da tarde desta quarta-feira (04).

O Fox cinza conduzido pela coordenadora pedagógica da Apae, foi arrastado por cerca de cem metros e ficou destruído. A professora ficou presa nas ferragens e foi retirada, inconsciente, pela guarnição do Corpo de Bombeiros Militar que teve de usar ferramenta de corte. Ela foi levada para a Santa Casa de Corumbá e depois para o centro cirúrgico. Élida apresentava forte inchaço abdominal, suspeita de hemorragia interna e diversos cortes nos braços. Ela não resistiu e faleceu.

Quatro dos seis vagões ainda seguiram pelo trilho e pararam a cerca de dois quilômetros do acidente, na rua Gonçalves Dias, entre a Luiz Feitosa Rodrigues e Firmo de Matos, no bairro Aeroporto. No total, os vagões que descarrilaram atingiram três carros e uma moto. Os ocupantes dos outros veículos sofreram escoriações leves, segundo os bombeiros.

A assessoria de imprensa da Rumo, concessionária da malha férrea, informou por meio de nota à imprensa, que os vagões são da Ferroviária Oriental, da Bolívia e que estavam em terminal de empresa privada.

 “A Rumo lamenta o acidente ocorrido ontem (dia 04) envolvendo seis vagões da Ferrovia Oriental (FO) da Bolívia. Aparentemente os vagões correram do terminal de transbordo de terceiros e dois deles atingiram veículos em uma passagem em nível em Corumbá. Os vagões não estavam atrelados a nenhum trem da Concessionária. A Rumo disponibilizou uma equipe regional para apoio, montou um comitê para apurar as causas da ocorrência e segue trabalhando para esclarecer os fatos”, informa a nota.

Com informações: Diarionline/Diário Corumbaense

Veja também

Visite nosso novo site www.arapuanews.com.br

admin

Cerca de 800 pessoas participaram do projeto Transporte em Ação do SEST SENAT

admin

Saudoso locutor de rodeios, ‘Curió’ ganha homenagem com nome de rua em Três Lagoas

admin

Ex-Vice Presidente da FETEMS e Professora Elaine de Sá Costa será velada as 20h no Sinted de Três Lagoas

admin

Reporter Arapuá, Acidente entre ônibus e carro é registrado na Avenida Ranulpho em Três Lagoas

admin

AGU e SPU: Área da feira pertence ao Município de Três Lagoas

admin