A noite de quarta-feira (09) foi marcada pelo primeiro dia, dos cinco, da 29ª Festa do Folclore que, além de contar com o show da dupla sertaneja “Tato e Nando” e o 25º Festival de Música Popular e Sertaneja, teve a inauguração das barracas de artesanato e gastronomia típica.

Com a presença de quase 4 mil pessoas, segundo a organização, o primeiro dia de festa permitiu notar o sucesso do evento que vem para homenagear a Estrada de Ferro da NOB e dar destaque às entidades filantrópicas que são responsáveis pelas barracas de comidas típicas e artesanato no intuito de arrecadar fundos para manter seus projetos em funcionamento.

Com decoração e organização feita pela Diretora Municipal de Cultura, setor ligado a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), os elogios do público foram os mais diversos, assim como afirma o aposentado Alcides Rocha. “Participei de outras edições, quando era realizado na Praça Central, na Lagoa e no Parque de Exposição, mas a ideia de fazer aqui nesse local foi muito boa, pois deu outro ar para o evento”, diz.

Para a artesã, Lazara Regina, o evento foi o mais organizado que ela participou. “Já estive em várias edições do evento, mas essa está sendo a mais bem organizada, pois o pessoal da organização é muito atencioso e competente”, ressalta.

Já a Diliara Almeida, que é autônoma, a valorização da cultura, com o passar do tempo, foi deixada de lado. “Acredito que com essa nova administração e pela dimensão desse evento será o ponta pé inicial para começar a recuperar a tradição cultural, seja por meio da Festa do Folclore ou por outras ações da Diretoria de Cultura”, afirma.