Em Três Lagoas, SIG identifica colombianos que estariam praticando agiotagem

Em Três Lagoas, SIG identifica colombianos que estariam praticando agiotagem

Por MinutoMS

Na data de ontem, 27.11.2017, Policiais do SIG local, durante diligencias pela Av. Eloy Chaves, Jardim Paranapungá, abordou um indivíduo em atitude suspeitas que conduzia uma moto Honda CG150, Fani, cor prata, placa HTT=8290/Três Lagoas, o qual era conduzido por um indivíduo de nacionalidade colombiana, de nome V.A.R.M, 19 anos, o qual costuma se identificar por “BRAYAN”, ocasião em que foi apreendida em poder dele a quantia de R$.1800,00.

Questionado sobre a origem do dinheiro, o rapaz disse que trabalha para um grupo de colombianos que atuam no ramo de agiotagem no Estado do Mato Grosso do Sul, além de outras unidades da Federação, cujo fato constitui em emprestar quantias não superior a R$2.000,00 (dois mil reais), a pequenos comerciantes, com acréscimo de 20% (vinte por cento) que deve ser pagas em parcelas diárias no prazo de vinte (20) dias e que ele, trabalharia para um homem de Campo Grande, que age também no estado de São Paulo, ficando responsável por oferecer o dinheiro da agiotagem, bem como receber a parcelas a serem quitadas, diariamente.

Foi se tinha questionado ainda se o acusado tinha algo de ilícito em sua casa e ele disse residir com um outro colombiano que trabalha no mesmo ramo, mas que atua na cidade de Andradina, afirmando que havia apenas uma porção de maconha no local.

Os policiais então diligenciaram, no bairro São Carlos, mais precisamente na rua José Correa da Silveira, onde foi apreendida uma porção de maconha que o autor disse ser para seu uso, fato que está seno investigado através do BO 109/17-DRP-SIG/TL, além da quantia de R$5.400,00 (cinco mil e quatrocentos reais), que, segundo o jovem, disse ter sido obtida através de agiotagem e que seria para ser depositada na conta do “patrão”, quantia essa que também foi apreendida, assim como vários cartões de apresentação, onde se explica o modo de como o dinheiro é emprestado e também telefone de contato.crime1

A motocicleta utilizada para o crime também foi apreendida e está registrada em nome de outro colombiano, assim como os valores e demais objetos, sendo que os investigados responderão por crime de Usura(agiotagem), sendo também comunicada a Polícia Federal para apurar se dinheiro utilizado nessa modalidade de agiotagem não se trata de “Lavagem de Dinheiro” proveniente de praticas ilícitas, tais como tráfico de drogas entre outras, assim como Crime Contra o Sistema Financeiro Nacional.

A Polícia continuará as investigações, visando constatar se não existem outras condutas ilícitas sendo praticadas por tais pessoas, que podem também estar ameaçando os devedores.

Denúncias poderão ser realizadas através dos telefones 67.3929.1173 ou 67.3521.4984.