www.arapuams.com.br – Portal de Notícias de Três Lagoas e região
Image default

Equipe da Unidade de Saúde do Jupiá trabalha na formação de “Farmácia Viva”

É inédito nas Unidades da Rede Primária de Saúde de Três Lagoas, mas já está despertando interesse e motivação para o surgimento de iniciativas como esta, que é o de valorização e aproveitamento de espaços para a formação de um simples canteiro para plantio, cultivo e distribuição consciente de plantas medicinais, espaço já denominado de “Farmácia Viva”.

É o que está acontecendo na Unidade de Saúde da Família “Jupiá”, instalada na Rua Alfa, número 855, beirando a linha férrea, logo na entrada do bairro.

Esta Unidade de Saúde, coordenada por Rafaela Aparecida Horta, além do atendimento às famílias do Jupiá, atende também às famílias do Pontal do Faia e do Cinturão Verde.

A “Farmácia Viva” surgiu como “realização de um sonho que vinha alimentando há anos e que agora estamos colocando em prática, graças ao apoio de toda a nossa equipe e também parceria do Programa de Educação Ambiental – PEA, mantido pela Suzano Celulose e Papel”, contou a farmacêutica da unidade Jupiá, Elaine Pereira Cavassani.

“Graças às ideias, criatividade e trabalho do Laércio Fradique de Moura, do Carlos Guilherme Guimarães Rezende e do Matheus Santos Monteiro, os três da equipe da Caravana Ambiental, empresa terceirizada da Suzano Celulose e Papel, no aproveitamento do espaço e preparação adequada do solo, já estamos dando um bom avanço na realização do nosso sonho”, relatou a farmacêutica Elaine.

“Podemos dizer e eu acredito muito que isto aqui é um projeto simples, mas muito importante para a saúde e deveria existir em toda a nossa Cidade”, disse Elaine, ao apresentar uma série de plantas medicinais, já plantadas na “Farmácia Viva.

“Estas plantas ajudam muito na cura de muitas patologias”, comentou ao mostrar pequenas mudas de manjericão, alecrim, erva cidreira, “ora pro nobis”, aranto, boldo, hortelã, poejo, babosa e outras.

No projeto “Farmácia Viva“, a farmacêutica Elaine Cavassini pretende também ensinar no manejo das plantas medicinais, criação de mudas, como fazer o chá, como secar as folhas, “enfim como aproveitar, de modo adequado e consciente, estas riquezas naturais tão importantes para a nossa saúde”, completou.

Veja também

Consciência Ambiental: Secretaria de Meio Ambiente comemora coleta de quase 31 toneladas de vidro

admin

Três Lagoas vai receber reservatório de 4 milhões de litros de água tratada

admin

Em Três Lagoas, Com obras, alguns bairros ficam sem água nesta terça (17)

admin

Três Lagoas recebe 2ª Reunião Itinerante das Unimeds de Mato Grosso do Sul

admin

CEI Interlagos ouve alunos e trabalha tema “Dinossauros” em sala de aula

admin

Em Três Lagoas, Candidatos e candidatas a Conselheiro Tutelar participam de Audiência Pública de auto apresentação à sociedade

admin