ArapuáNews – Notícias de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, Brasil e região
Image default

IFMS amplia atendimento a estudantes de baixa renda em 2018

Com foco na missão de formar profissionais para o mundo do trabalho, o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) apresentou melhora na maioria dos indicadores de ensino entre 2017 e 2018. É o que revelam os dados disponibilizados no Relatório de Gestão 2018, documento que também traz os resultados obtidos nas áreas da pesquisa e extensão.

A maior parte dos índices foi calculada com base nas informações disponibilizadas na Plataforma Nilo Peçanha (PNP), sistema que reúne dados e indicadores da Rede Federal de Educação Profissional, Cientifica e Tecnológica.

“O aumento nos traz o desafio de dar uma atenção especial a esse estudante de baixa renda, o que inclui as ações de permanência e êxito para mantê-lo na instituição até a conclusão do curso, além da ampliação do atendimento na assistência estudantil”, pontua o pró-reitor de Ensino, Delmir Felipe.

Um dos indicadores que mais chamam a atenção no Relatório é o que traz o Número de alunos matriculados por renda per capita familiar. No ano passado, 51% dos estudantes que responderam o questionário socioeconômico declararam renda per capita familiar de até 1,5 salário mínimo. Em 2017, esse percentual foi de 27,8%.

O pró-reitor de Ensino, Delmir Felipe, avalia que o dado, extremamente positivo, traz consigo alguns desafios.

“Esse aumento revela que o IFMS está no foco do público que deve, prioritariamente, atender. Por outro lado, nos traz o desafio de dar uma atenção especial a esse estudante de baixa renda, o que inclui as ações de permanência e êxito para mantê-lo na instituição até a conclusão do curso, além da ampliação do atendimento na assistência estudantil”, pontua.

Número de alunos matriculados por renda per capita familiar

gráficos-site.png

O Relatório aponta ainda que, em 2018, 62,4% dos estudantes do IFMS declararam a renda familiar, contra apenas 38% no ano anterior. O aumento deve-se, principalmente, ao fato de que a instituição passou a cobrar, no ato do matrícula, a apresentação do comprovante de preenchimento do questionário socioeconômico.

“Buscamos mecanismos para que esse índice chegue aos 100%, e isso será possível a partir da implantação da matrícula online, em que o estudante só a concluirá com o preenchimento do questionário socioeconômico. Essa é uma demanda prioritária, estamos trabalhando para oferecer esse serviço digital a partir de 2020”, prevê o pró-reitor.

Índice de Eficiência Acadêmica

Outro indicador que obteve melhora significativa no ano passado foi o de Eficiência Acadêmica, que considera o número de estudantes que conseguiram concluir os cursos dentro do tempo previsto. O índice passou de 33,8, em 2017, para 37,4, em 2018, o que representa um aumento de 10,7%.

Relação Concluintes/Alunos

gráficos-site7.png

Relação Concluintes/Aluno, que faz uma relação entre o número de estudantes formados em determinado ano pelo número total de alunos atendidos no mesmo período na unidade, também apresentou melhora. O aumento no índice foi de 9,9%, saindo de 33%, em 2017, para 36,28%, em 2018.

O aumento desses indicadores, na avaliação do pró-reitor de Ensino, é resultado das ações implementadas, desde 2016, para a melhora dos índices de permanência o êxito de estudantes no IFMS.

“Um dos desafios da comissão que coordena a permanência e o êxito na instituição era fazer com o que os campi incluíssem ações do programa em seus planos de desenvolvimento, e isso foi feito. Além disso, é realizado um trabalho para incluir todos os servidores nessa missão. O fato de um professor fazer um plano de horário de estudo para um aluno, por exemplo, já faz esse jovem melhorar o desempenho escolar”, explica Delmir.

O pró-reitor destaca ainda que os resultados das ações de permanência e êxito implementadas no IFMS se tornaram referência na Rede Federal. “Esses dados foram apresentados, por exemplo, nos Institutos Federais de Santa Catarina e Roraima, onde o trabalho de permanência e êxito ainda começaria a ser feito”.

“Em relação às políticas de ensino, a maioria das metas previstas no PDI 2014-2018 foram cumpridas. Como em qualquer processo de planejamento, nesses cinco anos foi necessário reordenar algumas metas, mas de forma geral cumpriu-se o que estava planejado”, destaca Delmir.

Planejamento Estratégico – Os resultados positivos obtidos na área do ensino que constam no Relatório de Gestão 2018 estão alinhados ao Mapa Estratégico do IFMS, elaborado a partir do Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI 2014-2018, e atendem à perspectiva dos Estudantes e Sociedade (Resultados Institucionais).

A partir do Tema Estratégico “Formar profissionais em consonância com as demandas da sociedade”, foram elencados os seguintes objetivos estratégicos na área do ensino:

  • Minimizar a evasão e promover a permanência e o êxito
  • Ofertar cursos que atendam às necessidades locais/regionais
  • Formar profissionais críticos e humanistas em consonância com as demandas da sociedade
  • Promover práticas esportivas e culturais para o desenvolvimento humano
  • Implementar políticas de egressos

“Em relação às políticas de ensino, a maioria das metas previstas no PDI 2014-2018 foram cumpridas. Como em qualquer processo de planejamento, nesses cinco anos foi necessário reordenar algumas metas, mas de forma geral cumpriu-se o que estava planejado”, destaca o pró-reitor de Ensino.

Outros dados – O ano de 2018 também foi marcado pela ampliação da oferta de cursos no IFMS. Além do mestrado profissional em Educação Profissional e Tecnológica, foram abertos sete novos cursos de graduação e um da Educação de Jovens e Adultos (Proeja).

De acordo com a Plataforma Nilo Peçanha, no ano passado o IFMS registrou 12.104 matrículas em 207 cursos de formação profissional e tecnológica de níveis médio e superior e formou 1.928 profissionais.

Destaque para o volume de recursos destinados à Assistência Estudantil em 2018. No total, houve investimento R$ 4,4 milhões, dos quais R$ 3,5 milhões foram destinados aos auxílios estudantis.

Recursos aplicados em auxílios estudantis

gráficos-site13.png

No tópico Perfil dos Estudantes Matriculados, os gráficos mostram que a maior parte dos estudantes que responderam o questionário socioeconômico (34%) têm renda per capita familiar entre meio e um salário mínimo, e que a maioria (53%) é do sexo masculino e tem 16 anos de idade (17%). A maior parte declarou ainda ser pardo.

Renda per capita dos estudantes matriculados em 2018

gráficos-site8.png

 Gênero dos estudantes matriculados em 2018

gráficos-site9.png

 Faixa etária dos estudantes matriculados em 2018

gráficos-site10.png

 Cor/raça dos estudantes matriculados em 2018

gráficos-site11.png

Em relação à Emissão, Registro e Expedição de Certificados e Diplomas, em 2018 foram emitidos 859 documentos para estudantes de cursos técnicos, graduação e pós-graduação.

Como única instituição do estado a fazer a Certificação do Ensino Médio com base nas notas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o IFMS emitiu, em 2018, 14.960 documentos, entre certificados de conclusão (8.244) e declarações parciais de proficiência (6.716).

Novo Relatório de Gestão – Para facilitar a compreensão dos conceitos aplicados no processo de prestação de contas e o acesso do cidadão aos resultados alcançados, o IFMS utilizou o modelo de relato integrado, proposto pelo Tribunal de Contas da União (TCU), na elaboração do Relatório de Gestão 2018.

O documento foi reestruturado para ter foco nos resultados e na análise crítica. Além disso, houve uma reformulação do projeto gráfico, tornando-o visualmente mais organizado e atrativo. O Relatório de Gestão 2018 possui 135 páginas divididas em sete capítulos. O Relatório de Gestão 2017, por exemplo, tinha 11 capítulos e mais de 440 páginas.

Em comparação ao modelo anterior, o relato integrado traz inovações como foco nos resultados alcançados no exercício da instituição; linguagem cidadã, simples e de fácil entendimento; e a redução significativa no tamanho dos documentos.

IFMS Transparente – Até o final de julho, os dados que constam no Relatório de Gestão 2018 serão apresentados em reportagens publicadas no site do IFMS.

As reportagens da série “IFMS Transparente” também abordarão de forma mais detalhada os resultados obtidos em áreas como pesquisa, extensão e administração.

Veja também

Em Corumbá, Professora de 44 anos morre atropelada por vagão

admin

Agepan autoriza empresa a operar duas linhas interligando Três Lagoas a Campo Grande

admin

Exportações de milho crescem 401% e saldo da balança comercial de MS chega a 2,7 bilhões de dólares

admin

Sorteio de moradias em Paranaíba-MS foi realizado por sistema eletrônico

admin

Embrapa Agropecuária Oeste faz parte da rede de multiplicadores do MIP em Mato Grosso do Sul

admin

Mais de 3,5 mil candidatos fazem a prova em dez municípios

admin