Novo golpe pelo Whatsapp já teria feito 900 mil vítimas no Brasil

Novo golpe pelo Whatsapp já teria feito 900 mil vítimas no Brasil

Um novo golpe via mensagens no WhatsApp já teria feito mais de 900 mil vítimas no Brasil. A informação é do site PSafe, uma empresa de segurança eletrônica. Hackers teriam prometido um vale-presente no valor de R$ 150 da loja de cosméticos O Boticário, em uma suposta comemoração pela chegada da primavera. Mas, para ganhar, é necessário que a vítima responda a três perguntas e, em seguida, compartilhe a mensagem com mais 10 amigos pela rede social. São solicitados, ainda, o número de telefone da vítima para cadastro em um serviço de SMS pago, que induz a pessoas a baixar apps “maliciosos”, que poderão passar vírus para o aparelho eletrônico das vítimas e, assim, roubar todas suas senhas.

Essa não é a primeira vez que a empresa de produtos de beleza é alvo de mensagens falsas. De fato, a empresa O Boticário tem o hábito de realizar diversas promoções na internet, geralmente por e-mail, em que você pode indicar amigos para ganhar algum produto da loja de forma gratuita. Porém, a empresa informa que os cadastros devem ser feitos, sempre, diretamente no site oficial da loja, diferentemente da mensagem falsa que circula no aplicativo de conversas instantâneas.

De acordo com o PSafe, muitas pessoas caíram nos golpes que usam o nome da marca, exatamente porque a suposta promoção, de fato, se parece muito com as ações verdadeiras.

Orientações

Para não cair em golpes, a PSafe recomenda que uso de um antivírus que possuam uma ferramenta antiphishing, que faz uma varredura no site em busca de vírus após o clique do usuário. Outra dica é sempre conferir no site oficial das empresas se uma promoção ou oferta é mesmo verdadeira. A recomendação é que aquelas pessoas que já caíram neste golpe entre em contato com a operadora do seu celular para cancelar o serviço de SMS pago.

Em seu site oficial, O Boticário informa que realiza o envio de e-mails somente com a autorização do cliente ou interessado. Segundo a empresa, os e-mails com conteúdo promocional ou publicitário não contêm anexos. 20170929114325

Confira a nota na íntegra

“Recomendamos que antes de acessar qualquer link sobre O Boticário, você verifique se os endereços na tela são os mesmos da barra de status, tanto em seu programa de e-mails quanto no navegador de internet, para não ir a endereço diferente do apontado. O Boticário não solicita nos e-mails enviados ou em ligações telefônicas o número de Cartão Presente, seu Código de Segurança ou Nome de Usuário e Senha de Acesso à Loja Virtual. O Boticário está autorizado apenas a pedir esses dados caso exista a necessidade de conhecimento em virtude de solicitação aberta pelo consumidor. Não solicitamos a instalação de programas ou atualizações de segurança”.