Para proteção de dados, Prefeitura adquire antivírus eleito melhor do mundo

Para proteção de dados, Prefeitura adquire antivírus eleito melhor do mundo

Diversas medidas foram tomadas para aperfeiçoar o funcionamento do serviço Público

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), ligado à Secretaria de Administração (SEAD) acaba de adquirir, pela primeira vez, um sistema de antivírus profissional.

Eleito o melhor antivírus do mundo, de acordo com o portal UOL, o “Bitdefender” será usado pelos computadores da Prefeitura por um período de quatro anos.

“Um antivírus deste porte garante segurança nas nossas estações, nos computadores, servidores e até impressoras”, explicou Alex Martins, Diretor do DTI.

Atualmente, de acordo com o DTI, a Administração conta com mais de 1 mil computadores distribuídos pelos departamentos e secretarias. Estas máquinas armazenam, além de dados da própria Prefeitura, informações dos munícipes.

De acordo com Alex, transtornos causados por softwares mal intencionados podem afetar o andamento do serviço público, como já aconteceu. “Há alguns anos um vírus muito forte atingiu a rede do nosso sistema, paralisando totalmente os trabalhos por dois dias. O sistema só foi totalmente recuperado após 12 dias”, contou.

O novo sistema antivírus já está sendo instalado nos computadores. No prédio principal, por enquanto, a SEAD e o Departamento de Licitação já receberam o programa. A expectativa é que até o final do ano todos os computadores já estejam com a proteção adequada.

Outro programa está sendo instalado nas máquinas. Trata-se de um software que mapeará e tomara nota das configurações de cada computador. Isso ajudará a identificar falhas no hardware das máquinas e até mesmo evitar extravios de peças.

“Esse serviço vai nos ajudar a distribuir acessórios entre os computadores, cada máquina estará no nosso sistema e saberemos a carência de cada uma”, disse Alex, que defende a aplicação do que ele chama de “Governança de TI”.

Além das melhorias que serão aplicadas nos sistemas, o DTI também realizou uma inédita manutenção nos nobreaks que sustentam os servidores do Município. Esses aparelhos são responsáveis por sustentar a energia dos computadores, caso haja uma queda de energia; e não recebiam nenhum reparo há 6 anos.