www.arapuams.com.br – Portal de Notícias de Três Lagoas e região
Image default

Professora é assassinada a tiros em Três Lagoas

O autor dos tiros identificado por Carlos Roberto Felipe, de 59 anos, mantinha relacionamento com a vítima informou uma testemunha

A professora Angela Maria Jorge, de 62 anos, ex-diretora da Escola Estadual Bom Jesus foi assassinada com dois tiros de revólver calibre 32 da marca Taurus. O crime aconteceu no fim da noite desta sexta-feira (29) por volta das 23h40 próximo ao Lagos Hotel localizado na Rua Generoso Siqueira no Centro de Três Lagoas.

O autor dos disparos identificado por Carlos Roberto Felipe, é um ex-namorado da vítima que não aceitava o fim do relacionamento. Após cometer o feminicídio, o homem tentou contra sua própria vida e encontra-se internado em estado grave no Hospital Auxiliadora após ser socorrido pela equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima ao avistar o homem pediu para que um amigo a levasse para casa. Neste momento, Carlos interveio e pediu para levar a professora embora. Após a recusa da vítima, ele sacou a arma de fogo e efetuou os disparos. Os tiros atingiram a região do tórax da professora que morreu no local. Em ato contínuo, o autor ainda efetuou um disparo contra a própria cabeça.

A equipe da Perícia Técnica da Polícia Civil compareceu no local e apreendeu a arma de fogo, municiada com cinco cartuchos, sendo três deflagrados e dois intactos.

Testemunhas indicaram o veículo Fiat Pálio de cor branca com placas de Três Lagoas estacionado próximo do local, como sendo do autor do crime. A Polícia Civil constatou que o automóvel estava aberto e com a chave no contato. Em seu interior foi localizado uma carteira com os documentos pessoais do autor.

Ainda conforme o registro policial, dentro do objeto havia uma carta escrita a mão com os seguintes dizeres: “Foi pela pessoa que tanto amo mas não foi correspondido. Por isso que eu vou, mas ela vai junto”.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como o primeiro feminicídio de 2019 na cidade.

Foto: Divulgação
Por Albecyr Pedro – Hojemais Três Lagoas

Veja também

Cerca de 800 pessoas participaram do projeto Transporte em Ação do SEST SENAT

admin

Em Corumbá, Professora de 44 anos morre atropelada por vagão

admin

Saudoso locutor de rodeios, ‘Curió’ ganha homenagem com nome de rua em Três Lagoas

admin

Ex-Vice Presidente da FETEMS e Professora Elaine de Sá Costa será velada as 20h no Sinted de Três Lagoas

admin

Reporter Arapuá, Acidente entre ônibus e carro é registrado na Avenida Ranulpho em Três Lagoas

admin

AGU e SPU: Área da feira pertence ao Município de Três Lagoas

admin