Image default

Reajuste da tabela do frete onera insumos agropecuários de MS

Com os preços mínimos impostos pela nova tabela do frete, que sofreu reajuste de 5% na semana passada em razão da alta no preço do óleo diesel, o custo dos insumos para produção agropecuária em Mato Grosso do Sul teve majoração de pelo menos 50%.

Além disso, os fretes de retorno, que acontecem quando os caminhões voltam dos portos para o Estado, registraram elevação de 200%. As informações são do Movimento Nacional dos Produtores (MPN) e do Sindicato Rural de Campo Grande.

A Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul-MS) estima ainda alta dos custos logísticos de fertilizantes de até 77%.

O reajuste da tabela do frete foi confirmado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e, logo em seguida, a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) elevou de US$ 4 bilhões para US$ 5 bilhões a sua previsão de custo extra com frete para escoar a safra de soja e milho em 2019.

Por Correio do Estado

Related posts

Bebê de 11 dias morre e Bombeiros só são acionados 5 horas depois

admin

Casal que estava dormindo fica ferido em incêndio que destruiu residência

admin

Caminhão fica em meio a tiroteio na fronteira e por pouco motorista não é baleado

admin

Ministério da Educação garante recursos para obras de infraestrutura no IFMS

admin

I Semana Municipal Restaurativa começa nesta segunda-feira

admin

VÍDEO: Sucuri ‘de barriga cheia’ surpreende pescadores no Rio Aquidauana

admin