Image default

Reajuste da tabela do frete onera insumos agropecuários de MS

Com os preços mínimos impostos pela nova tabela do frete, que sofreu reajuste de 5% na semana passada em razão da alta no preço do óleo diesel, o custo dos insumos para produção agropecuária em Mato Grosso do Sul teve majoração de pelo menos 50%.

Além disso, os fretes de retorno, que acontecem quando os caminhões voltam dos portos para o Estado, registraram elevação de 200%. As informações são do Movimento Nacional dos Produtores (MPN) e do Sindicato Rural de Campo Grande.

A Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul-MS) estima ainda alta dos custos logísticos de fertilizantes de até 77%.

O reajuste da tabela do frete foi confirmado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e, logo em seguida, a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) elevou de US$ 4 bilhões para US$ 5 bilhões a sua previsão de custo extra com frete para escoar a safra de soja e milho em 2019.

Por Correio do Estado

Veja também

Produtos vencidos há mais de um ano eram vendidos em mercado e açougue da Capital

admin

Polícia de Paraíso das Águas prende caminhoneiro que espancou e estuprou adolescente

admin

Cesp vai indenizar Mato Grosso do Sul em R$ 10 milhões em fevereiro

admin

Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP

admin

Governo MS convoca candidatos para exame médico da PM e Corpo de Bombeiros

admin

UFMS abre inscrições para prova de idiomas do mestrado em comunicação

admin

Tomate tem alta de 123% e deixa cesta básica 12% mais cara

admin

Sem pontes, população do interior tem que andar 200 km para chegar na estrada

admin

Estão abertas as inscrições para o 2º Prêmio de Jornalismo Jorge Góes

admin