www.arapuams.com.br – Portal de Notícias de Três Lagoas e região
Image default

Trabalhadores da Educação vão a ruas de Três Lagoas nesta terça, convocando greve geral contra Governo

Na manhã desta terça-feira (13), Sinted (Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Três Lagoas e Selvíria), trabalhadores da educação e alunos das Redes Estadual e Municipal de Três Lagoas realizam manifestação na área central da cidade contra a reforma da Previdência e contra o corte de verbas na Educação.

O ato pelo Movimento Unificado teve concentração na Igreja Matriz, às 7 horas da manhã, e seguiu para o centro da cidade. O manifesto conta com a presença de vários sindicatos da cidade e movimentos sociais, além de alunos da rede pública de ensino de Três Lagoas.

A Paralisação Nacional foi deliberada, por unanimidade durante a assembleia e o principal objetivo é a luta contra a Reforma da Previdência, na qual tira o direito da aposentadoria dos brasileiros, e também os cortes na Educação Pública Básica e Superior, realizado pelo Governo Federal neste ano.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, apenas as Escolas Municipais Flauzina de Assunção Marinho, CEI Interlagos e Escola de Educação no Campo Antônio Camargo não paralisaram as atividades.

A paralisação na Rede Estadual também é parcial, até o momento apenas a Escola Estadual Fernando Corrêa aderiu integralmente à paralisação.

Sendo assim, é aconselhável que os pais ou responsáveis entrem em contato com as unidades para saber se haverá aula.

Segundo a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação), um novo bloqueio no orçamento do MEC (Ministério da Educação) no valor de R$ 348 milhões, divulgado no dia 7 de agosto, afetará a compra e a distribuição de centenas de livros didáticos que atenderiam crianças do ensino fundamental de todo o país.

“Desde o início de 2019, houve uma série de propostas de retiradas de direitos e cortes na educação pública. Ter uma aposentadoria digna e uma educação de qualidade é necessário para nossa qualidade de vida, e não podemos deixar isso acontecer. A classe trabalhadora é forte, e se nos unirmos, não há quem nos vença”, relata a presidente do SINTED, professora Maria Laura Castro dos Santos.

Com informações de Rádio Caçula – Fotos: Assessoria do Sinted

Veja também

Em Três Lagoas, Carro dos Correios é furtado com as provas do Encceja 2019 no bairro Vila Alegre

admin

Carro de Caio Castro capota no Rally dos Sertões em Campo Grande

admin

Mercado é alvo de criminoso e dinheiro de caixa é roubado no bairro Maristela em Três Lagoas

admin

Chuva significativa só em setembro, afirma especialista do Cemtec, veja a meteorologia para Três Lagoas neste domingo

admin

Três Lagoas prepara equipes de 5 Unidades de Saúde para atender até às 19h

admin

Em Três Lagoas, Mesmo com radares desligados, população deve respeitar os limites de velocidade do local

admin