Nossos leitores durante esses dias viram diversos acidentes ceifando várias vidas na BR 262, já nomeada como a rodovia da morte.

Fora as vidas que perdemos, registramos também os transtornos ocorridos pelos usuários da via. Na segunda-feira (09), um morador de Campo Grande, vindo de Jales/SP, em retorno a capital, teve um pneu estourado de seu veículo, que estava com a família, isso ocorreu no Km 44 da 262, a preocupação do motorista seria a distância que ainda faltava para chegar em sua residência, e ainda sem um estepe, que é o reserva do carro.


Já nesta tarde (11) feriado do Estado de Mato Grosso Sul, que completa 40 anos de criação, registramos um fato inusitado, se não fosse registrado seria até difícil de acreditar.

Mais um morador de Campo Grande, Silvio Dejacir dos Santos, perde 3 pneus de seu carro durante viagem da capital, com destino ao interior de São Paulo, aproveitando o feriado, mas já perdeu metade do seu dia.

O primeiro pneu estourado foi na região de Água Clara/MS, onde teve que comprar um novo. Logo no seguimento da viagem já na região de Três Lagoas, no Km 41 da BR 262, o carro perde mais dois pneus, a sorte de Silvio, que estava acompanhado de mais um parente, que estava em outro veículo, e assim eles foram até Três Lagoas, onde compraram mais dois pneus, tendo assim um prejuízo de 600 reais, fora o tempo e sol na cabeça. Com o motorista, está sua esposa, um filho e outro carro com o sogro e sogra.

Mais 5km dali, em direção a Três Lagoas, vimos mais uma camioneta com pescadores parada na rodovia, onde um reboque estava com o pneu sendo trocado, num tempo de 15 minutos dois veículos com problemas de pneu.

Mais um registro da nossa rodovia, que nós do portal de notícias ArapuaMS registramos, na quarta-feira (11), na região do km 40 a 44, que está com muitos buracos. E aí quem vai pagar esses prejuízos, e ainda temos que levantar as mãos para o céu, por não acontecer o pior. Até parece que vamos para uma guerra, onde não sabemos se vamos voltar…